Telemedicina: a chave para ampliar o alcance da sua clínica

Telemedicina

A telemedicina foi uma das maiores inovações na área da saúde dos últimos tempos. Ela permite que os médicos façam atendimentos de forma online, por meio de recursos tecnológicos.

Todo esse processo é possível graças à conexão à internet. Com isso, o profissional pode atender pacientes de qualquer lugar do país e do mundo, ampliando o alcance da clínica com mais facilidade.

Então, se você quer saber mais sobre como funciona a telemedicina, continue lendo até o final para conhecer todos os detalhes!

Telemedicina: O que é?

A telemedicina representa a prestação de serviços médicos, como assistência, monitoramento, diagnóstico, consulta e educação, feita a partir de tecnologias digitais.

Ela oferece um suporte remoto, que permite a conexão do médico com o paciente, através de sistemas que viabilizam a interação.

Apesar de ter se tornado popular durante a pandemia, a telemedicina existe desde a década de 1950, criada com o intuito de melhorar o contato entre médico e paciente.

Antes, a telemedicina era feita através de telefone fixo e celulares. Agora, ela se tornou ainda mais eficaz com o auxílio da internet.

Como funciona na prática?

Telemedicina
Fonte: designs feitos por FatCamera de Getty Images

A telemedicina funciona através de meios digitais, como plataformas, softwares e internet. Além de, claro, dispositivos eletrônicos, que podem ser computadores, tablets ou smartphones.

Todos esses processos requerem o uso de um sistema, onde é necessário que o profissional tenha o login e senha para acessar.

Dessa forma, é possível garantir a segurança, organização e agilidade em todos os processos do atendimento. Inclusive, a proteção de dados dos pacientes.

A importância da telemedicina para a saúde

A telemedicina permite que os serviços de saúde alcancem pessoas de todo o mundo. Inclusive, nos locais com limites de acessibilidade.

Por isso, ela promove mais qualidade, equidade e eficiência na promoção de saúde, em benefício sobretudo para os indivíduos menos favorecidos.

Quais serviços de saúde podem ser feitos na telemedicina?

Confira a seguir alguns serviços de saúde que podem ser realizados com o auxílio da telemedicina:

1 – Teleassistência

A teleassistência visa monitorar o paciente enfermo para gerar melhora da sua saúde e bem-estar. Nela, o paciente pode ser monitorado dentro da sua própria residência ou em uma unidade de saúde local.

Com isso, o médico presta todo o serviço à distância, se comunicando com o próprio paciente, seu responsável ou outro profissional de saúde.

Esse é um tipo de telemedicina que costuma ser favorável para idosos, pessoas com deficiência física, gestantes e pós-operados.

2 – Teleducação

A teleducação acontece quando o médico ou outros profissionais de saúde utilizam recursos digitais para se manterem atualizados e ficarem atentos a conhecimentos de outras áreas médicas.

Dessa forma, é possível garantir uma educação médica continuada, o que é importante para promover melhores atendimentos ao paciente.

Por conta da teleducação, estudantes de medicina, por exemplo, podem presenciar casos clínicos de diferentes problemáticas. O que agrega ainda mais para a sua capacitação profissional.

3 – Teleconsulta

A teleconsulta nada mais é do que a consulta médica online, mediada por sistemas digitais que oferecem ferramentas, como videoconferência, laudos online, prontuário eletrônico, prescrição e realização de exames, assinatura digital, entre outros.

Para isso, no horário agendado, basta o profissional iniciar a videoconferência dentro da plataforma e aguardar o paciente aceitar.

Depois, é só realizar a consulta normalmente e fazer as prescrições digitais e enviar ao paciente por e-mail.

4 – Telediagnóstico

O telediagnóstico é uma verdadeira inovação na área da medicina, pois ele permite que o profissional faça alguns exames de diagnóstico por imagem, como radiografia ou eletrocardiograma, mesmo a distância.

Para isso, o especialista utiliza um aparelho que, conectado ao computador, fornece imagens digitais para verificar os resultados.

Depois, ele gera o laudo online e armazena os dados em nuvem para o acesso de outros profissionais.

A partir daí, o médico pode afastar, aproximar, analisar as estruturas anatômicas de diversos ângulos, diminuir ou aumentar o contraste, a fim de realizar o diagnóstico.

5 – Telecirurgia

A telecirurgia é uma outra possibilidade que a telemedicina oferece para a promoção de saúde. Neste caso, o cirurgião, através de um dispositivo de ponta, presta atendimento a pacientes em situações de emergência.

Para isso, um profissional auxilia o cirurgião ou o especialista pode até mesmo realizar o procedimento por meio de cirurgia robótica.

Neste último, cirurgiões qualificados fazem a operação através de microcâmeras, braços robóticos, dentre outros aparelhos.

A telemedicina é regulamentada por lei?

Sim! A Lei nº 14.510/2022 é responsável por autorizar e disciplinar a prática da telessaúde em todo o Brasil. Sendo também uma prática regulamentada pelos conselhos federais de saúde.

A telemedicina aumenta o alcance da promoção de saúde. Mas, para isso, é preciso ter o auxílio de um sistema completo e seguro.

A MDMED é a solução que a sua unidade precisa. Aqui, você encontra planos que mais se encaixam com as suas necessidades, todos de acordo com as exigências legais. Faça um teste grátis!

MAIS POSTS